“O bonito, o feio, o janota e o efeito Miles Davis na arquitectura”: Uma entrevista com os dois Pritzker’s portugueses

No passado dia 25 de Fevereiro, o jornal português “O Público” publicou no seu site uma entrevista com dois dos mais distintos arquitectos portugueses. Álvaro Siza Vieira (84 anos), e Eduardo Souto de Moura (65 anos), ambos vencedores do Prémio Pritzker (considerado o nóbel da arquitectura), nos anos 1992 e 2011 respectivamente. Numa conversa informal, num tom descontraído (próprio de quem possui vários anos de convivência), falaram entre muitas coisas sobre a sua longa parceria, desde os tempos do SAAL (1974-1976), a mudança de paradigma na prática da arquitectura, a sua natureza, a diferença na prática da arquitectura nos vários países aonde possuem obras, a sua integração com as outras artes, as várias influências que possuem, entre outros tópicos. A entrevista foi mediada por Isabel Lucas, enquanto que as fotos ficaram a cargo de Paulo Pimenta. Segue o link para a conversa completa: Link

Os dois arquitectos a analisarem as maquetas no estúdio, Porto. © Paulo Pimenta
Siza Vieira e Souto Moura, Porto. © Paulo Pimenta

Deixar uma resposta

Navegar