Sede da Africa Fintech Foundry: MOE + Art Architecture

Arquitecto(s):  MOE + Art Architecture
Localização:  Victoria Island, Lagos, Nigéria
Ano: 2017
Programa: Corporativo
Área: 550 m²
Estado: Construído


Segundo a descrição dos próprios, o MOE + Art Architecture, é um estúdio de design com sede em Lagos, Nigéria. O estúdio produz desde peças de arte de pequena escala, até grandes objectos arquitectónicos, como é o caso do edifício sobre o qual escrevemos hoje. O projecto da sede da Africa Fintech Foundry é um bom exemplo da construção de um espaço colaborativo/corporativo no meio urbano que, embora usando contentores, se recusa a todos estereótipos visuais que projectos desta natureza geralmente assumem. Com tons escuros, apontamentos em amarelo vivo, com um visual minimalista industrial, e muita permeabilidade visual (o que permite que o edifício pareça muito mais leve e menos denso do que ele realmente é), o edifício afirma-se na paisagem pela contrariedade, tanto a nível cromático, contrastando com os tons claros da envolvente, bem como a nível volumétrico, com uma fachada mais rítmica que os edifícios envolventes.

Sede da Africa Fintech Foundry. © Medina Dugger e Deji Atte
Pormenor da fachada. © Medina Dugger e Deji Atte

Segue a tradução livre do texto dos autores do projecto, retirada na íntegra da seguinte fonte:

Este projecto é um acelerador de tecnologia e espaço de ‘co-working’ em Lagos, na Nigéria. Durante o verão de 2016, foi lançada uma competição para projectar um edifício para uma equipe de desenvolvedores de ‘software’ e arquitectos de sistemas na African Fintech Foundry. O ‘briefing’ foi um espaço de trabalho contemporâneo e estimulante para promover a inovação por meio da produção colaborativa e da incubação de ideias. Era também importante que o edifício fosse rapidamente construído e que tivesse um aspecto de não-permanência.

Lagos é um lugar onde as novas tecnologias estão a ser moldadas, projectadas para o consumidor africano e para o mercado africano dentro de uma economia florescente de mais de 22 milhões de indivíduos. A ‘African Fintech Foundry’ tem sua sede na Victoria Island, em Lagos, que é o epicentro da busca por inovação em tecnologia financeira e comércio electrónico. Lagos é também uma cidade portuária regional, historicamente conectada às principais rotas comerciais e fortemente engajada com formas tradicionais de comércio; milhares de contentores novos e de segunda mão chegam ao porto todos os dias e são usados ​​e reutilizados por décadas, amassando, escoriando e enferrujando ao longo do tempo.

Interior. © Medina Dugger e Deji Atte
Interior. © Medina Dugger e Deji Atte

Projectamos um edifício compacto e espacialmente eficiente a partir do empilhamento estratégico de contentores antigos adquiridos localmente. O projecto foi executado em 3 meses; Através da agregação de uma unidade básica simples, a estrutura e os espaços internos foram criados com um estreito átrio de altura tripla formado no centro que termina em uma clarabóia alongada. Em um local restrito, os contentores de mudança resultam em saliências que permitem o ensombrar os espaços exteriores do piso térreo e os terraços aonde foram criados jardins em miniatura e espaços para sentar ao ar livre. Interiores envidraçados e bem iluminados estimulam o jogo da luz dentro de uma paleta de materiais cinzas suaves e escuros enquanto que a escadaria central, e a entrada têm o objectivo de transmitir um pouco da vibração da cidade no amarelo característico dos ‘candongueiros’  de Lagos, conhecidos como “Danfo”.

Interior. © Medina Dugger e Deji Atte
Espaços de trabalho. © Medina Dugger e Deji Atte
Sede da Africa Fintech Foundry. © Medina Dugger e Deji Atte
Interior. © Medina Dugger e Deji Atte
Interior. © Medina Dugger e Deji Atte
Planta R/C. © MOE+ Art Architecture
Planta 1º Piso. © MOE+ Art Architecture
Planta 2º Piso. © MOE+ Art Architecture
Planta de cobertura. © MOE+ Art Architecture
Corte em perspectiva. © MOE+ Art Architecture

Deixar uma resposta

Navegar