Mercado Lideta: Vilalta Architects

Arquitecto(s): Vilalta Architects
Localização: Adis Abeba, Etiópia
Ano: 2016
Área: 14.200 m²
Programa: Comércio
Estado: Construído


Concebido pelo grupo de arquitectos espanhóis, o projecto do mercado Lideta inspirou-se na soluções tradicionais utilizadas para controlo da luz e ventilação natural, apresentando uma fachada perfurada, que permite ao edifício “respirar”. Foram adicionados painéis fotovoltaicos na cobertura, além do sistema de recolha de águas pluviais, que enfatizam a procura da concepção de um edifício sustentável.

Vista geral do mercado. © Gonzalo Guajardo
Pormenor da fachada.. © Gonzalo Guajardo
Entrada do mercado. © Gonzalo Guajardo
Interior do mercado. © Gonzalo Guajardo
Vista nocturna geral do mercado. © Gonzalo Guajardo
Interior do mercado. © Gonzalo Guajardo
Interior do mercado. © Gonzalo Guajardo

Deixamos aqui a pequena descrição apresentada pelos responsáveis do projecto:

O Mercado Lideta começou com o pedido para criação de um centro comercial semelhante aos já existentes em Adis Abeba. Analisando os modelos com profundidade, descobrimos 3 pontos fracos importantes: eles estão vazios porque as bancadas/tendas são muito grandes, as fachadas em vidro criam excesso de luz e calor no interior e sua imagem não reflecte a cultura e as tradições locais. Por outro lado, o antigo mercado da cidade está cheio de pessoas comprar e usar o espaço ao ar livre, o espaço público, para gerar actividade. Após esta análise, baseamos o projecto na combinação de um edifício em altura contemporânea e nas características do mercado tradicional.

Diagrama de ventilação natural. © Vivalta Architects
Diagrama do sistema de recolha de águas pluviais. © Vivalta Architects

O projecto está rodeado de edifícios de alta densidade, sem espaço público e entre duas ruas paralelas, sem conexão. Um fluxo diagonal pedonal conecta as duas ruas que concentram as entradas do edifício. A entrada estende-se com um átrio inclinado que mostra todos os níveis, estabelecendo uma continuidade entre eles. A pele é concebida tendo em consideração as condições climáticas locais. A sua geometria é um padrão fractal usado em têxteis etíopes. Protege da radiação do sol e da chuva e permite a iluminação e ventilação no interior.”

Planta 1. © Vivalta Architects
Planta 2.© Vivalta Architects
Planta 3.© Vivalta Architects
Planta 4.© Vivalta Architects
Planta 5.© Vivalta Architects
Planta 6.© Vivalta Architects
Planta 7.© Vivalta Architects
Planta 8.© Vivalta Architects
Planta 9.© Vivalta Architects
Planta 10.© Vivalta Architects
Planta 11.© Vivalta Architects

Deixar uma resposta

Navegar