Projecto vencedor do concurso Hostel for Hope: MASA Studio

Arquitecto(s): MASA Studio
Localização: Mwanza, Tanzania
Ano: 2017
Cliente: Pink Ribbon Red Ribbon
Programa: Hostel
Design: Emanuele Santini
Estado: Projecto.

O projecto foi feito no âmbito da competição Hostel for Hope, cujo objectivo consistia na enunciação de uma proposta para uma unidade hospitalar com internamento e reabilitação para as mulheres com cancro em Mwanza, perto do Centro Médico de Bugando (BMC) e perto de Victoria Lake (Lago Victoria)

Hostel for Hope, MASA Studio © Valentino Proietti

A ideia de pesquisa de projecto nasce do desejo de respeitar e recriar as características das áreas rurais da África Subsariana, local de maior número de hóspedes para o futuro albergue. O estudo da organização característica e do tipo de domicílios em áreas rurais é o ponto de partida do projecto. Os albergues são compostos por diferentes unidades protegidas por uma cerca ou uma fronteira definida.

 

Hostel for Hope, MASA Studio

O projecto deriva de um único módulo regular quadrado de duas dimensões: 8x8m (64 metros quadrados) para espaços públicos e 6x6m (36 metros quadrados) para espaços privados (salas para hóspedes e funcionários). O volume do módulo monolítico é caracterizado por paredes altas e paredes maciças de textura única que se abrem no tecto e permitem a difusão da luz difundida no interior e a ventilação cruzada.

Hostel for Hope, MASA Studio
Hostel for Hope, MASA Studio

A agregação desses módulos e o forte elemento unificador distinto contribuem para formar a definição da forma arquitectónica da pousada e a delimitação e criação do espaço arquitectónico. Uma plataforma / cobertura linear com piso paralelo / placa de concreto, como painel sandwich, une e conecta os volumes em um único elemento, porém dinâmico e flexível.

Hostel for Hope, MASA Studio

As unidades serão montadas sob uma cobertura / placa, que se transforma em nova cerca virtual de segurança, mas ao mesmo tempo executa funções bioclimáticas e energéticas precisas. A cobertura gera áreas protegidas, permite a gestão e distribuição do fluxo, garante a vida da comunidade e filtra as áreas públicas e privadas, protegendo a privacidade dos hóspedes do albergue; ao mesmo tempo, conecta os caminhos das unidades e dos quartos que se abrem para a paisagem, como uma aldeia rural africana.

Hostel for Hope, MASA Studio

A organização das unidades é feita em função dos módulos da cobertura, permitindo uma grande flexibilidade do espaço e transparência para direcções transversais e longitudinais, enquanto gera visões de perspectiva diferentes à paisagem e especialmente para o Lago de Victoria.

Hostel for Hope, MASA Studio © Valentino Proietti

Os volumes projectados para as instalações sanitárias (latrinas) e sistemas tecnológicos (geradores de reserva e reciclagem de resíduos) são organizados de forma eficiente ao longo das principais rotas, mas longe dos quartos ocupados pelos hóspedes, para controlar os problemas de infecção.
As instalações sanitárias (latrinas) foram projectadas de acordo com os padrões e directrizes estabelecidos pelo ACNUR (Latrinas Institucionais).

Os principais materiais de construção foram escolhidos com a intenção de envolver a comunidade através do processo de construção: todas as alvenarias de suporte dos módulos foram feitas de tijolos fabricados no local usando materiais locais e montados pela força de trabalho nativa (os tijolos foram feitos com mistura experimental de material local).
Todos os percursos convergem para a cobertura e os espaços comuns que são criados sob ela: assim, as áreas onde os principais fluxos se cruzam tornam-se locais de reunião, socialização e partilha.

Hostel for Hope, MASA Studio

Os percursos de madeira tornam-se também elementos de suporte para a distribuição dos sistemas entre os diferentes módulos, como os sistemas eléctricos e para monitorização de pacientes e comunicações equipe-paciente. A estrutura pode se abrir ao território e à comunidade local: o único módulo que tem um longo percurso linear e que desemboca no lago pode ser aberto e acessível à comunidade local para reuniões de apoio ao lazer, recreação, terapia e apoio psicológico. Cada módulo está equipado com espaços ao ar livre protegidos por mosquiteiros, integrados à arquitectura, e desfrutam da vista do Lago Vitória e da natureza ao redor. A fase de construção começará dentro de alguns meses.

Hostel for Hope, MASA Studio

Deixar uma resposta

Navegar