Aldeia SOS para Crianças: Urko Sanchez Architects

Arquitecto(s)Urko Sanchez Architects
Localização: Tadjourah, Djibouti
Ano: 2014
Área: 2.600 m2
Programa: Habitação Social
Cliente: SOS The Children, INTERNATIONAL
Colaboradores: Estrella de Andrés, John Andrews
Estado: Construído
Prémios: Architecture for Social Gain 2015 – Merit Certificate


A Aldeia SOS para Crianças, localizada em Tadjourah, Djibouti, é um projecto de habitação social para crianças desfavorecidas e que ocupa uma área de 2600 m2 .

Vista interior de um pátio da Aldeia SOS para Crianças © Javier Callejas

Segue a tradução livre do texto dos autores:

O nosso desafio mais sério aqui: um lote muito pequeno designado com um requisito de 15 casas. Localizado em Tadjourah, do outro lado da baía de Djibouti, o empreendimento foi localizado em um local conhecido por uma das temperaturas mais quentes do planeta.
Com essas condições em mente, decidimos construir as casas de uma forma muito local – ruas estreitas que se entrecruzariam, proporcionando ventilação natural e corredores de fluxo de vento – era o caminho certo a percorrer. No final, o que fizemos foi desenvolver e projetar uma pequena vila com ruas abertas e exclusivas para pedestres e campos de jogos para crianças e adolescentes, quase um playground interno de elementos e escorregas de casa de gengibre. As casas desta aldeia estão fechadas para o exterior; eles olham para dentro, protegendo os moradores dos elementos, enquanto proporcionam privacidade e excelente ventilação.

Modelo 3D, Urko Sánchez Architects
Vista da Aldeia SOS para Crianças. © Javier Callejas
Planta da Aldeia SOS para Crianças, Urko Sánchez Architects
Planta da Aldeia SOS para Crianças, Urko Sánchez Architects
Aldeia SOS para Crianças, Urko Sánchez Architects
Aldeia SOS para Crianças, Urko Sánchez Architects
Vista Interior da Aldeia SOS para Crianças © Javier Callejas
Vista interior dos corredores da Aldeia SOS para Crianças © Javier Callejas
Vista interior dos pátios da Aldeia SOS para Crianças © Javier Callejas

Deixar uma resposta

Navegar