Teatro Guga S’Thebe: Design.Develop.Build

Arquitecto(s): Georgia Institute of TechnologyRWTH Aachen UniversityPBSA DüsseldorfCS Studio
Localização: Langa, Cidade do Cabo, África do Sul
Ano: 2016
Programa: Cultural
Promotor: Design.Develop.Build
Estado: Construído


Localizado no município de Langa, o mais antigo da Cidade do Cabo, o Teatro Guga S’Thebe é um projecto social desenvolvido em fórum académico. A estrutura, ou corpo principal do edifício, é feita de contentores marítimos (9 no total) que assentam uns sobre os outros formando um anel de dois pisos The Guga S’Thebe Children’s Theater (R/C e 1º), que é depois pontualmente interrompido para os atravessamentos entre o pátio interior e o exterior, e varandas no 1º piso. A fachada do edifício destaca-se pela sua textura e pintura pontual. Além dos contentores marítimos, foram também usados na sua construção; gabiões, caixas de frutas recicladas, e treliças de madeira para a sustentação da cobertura de chapa.

Vista geral. Fonte aqui

Deixamos no final do artigo, dois vídeos que mostram os momentos de concepção e edificação do teatro. Segue uma tradução livre do texto do promotor do projecto, extraído na íntegra do seu site:

O projecto faz parte de um programa onde estudantes do Instituto de Tecnologia da Geórgia projectam e constroem uma extensão do Centro de Artes e Cultura Guga s’Thebe em Langa, África do Sul, em colaboração com duas universidades alemãs (RWTH Aachen University e PBSA Düsseldorf) e o atelier local (Carin Smuts, CS studio) com o envolvimento da comunidade local. Desde os primeiros esboços e modelos de design até os desenhos dos pormenores construtivos, os alunos passaram por todas as fases de um projecto de construção. Projecto de execução, cálculo de quantidades, programação, financiamento / patrocínio e controle de custos fizeram parte do exercício. Durante a fase de construção, os estudantes, bem como os trabalhadores locais não especializados, aprenderam a lidar com diferentes materiais de construção e sua aplicação específica, bem como todo o processo de construção, desde a construção de fundações até o revestimento de um edifício. Graças ao trabalho em equipe e pré-fabricação selectiva de componentes de construção, no Digital Building Labna Georgia Tech, o projecto foi construído dentro de um curto espaço de tempo.

Os alunos aprenderam a desenvolver uma forte consciência do ambiente construído em outra cultura e a adequação dos métodos de construção aplicados. Isso inclui entender a arquitectura como prática social e realizá-la com todas as consequências.

Vista nocturna. Fonte aqui

A pesquisa vinculada a este programa, estuda o uso adequado de materiais indígenas em um processo de aplicação industrial. Dentro do Digital Building Lab na Georgia Tech, foram testados diferentes métodos e padrões para materiais de construção alternativos baseados numa abordagem de pesquisa empírica e científica. Para um projecto adequado para uma cultura estrangeira, condições climáticas sub-saarianas e uma comunidade pobre, a implementação dos materiais e métodos de construção correctos é essencial. Quais materiais estão disponíveis localmente? É possível usar materiais não industriais que precisam de muito trabalho manual? Que possibilidades são-lhes dadas para a sua reutilização, reciclagem e reciclagem? Pode um design forte permitir que um material “pobre” se torne “rico”? Que potenciais estão contidos no material – construtivamente, energeticamente e esteticamente? Como o uso selectivo de materiais de alto desempenho melhora a construção indígena?

Pormenor da fachada. Fonte aqui
Pátio interior. Fonte aqui
74 Night Time Back Faced
Fachada ao entardecer. Fonte aqui
Imagem nocturna. © Wieland Gleich Archigraphy

Em Langa, o município mais antigo da Cidade do Cabo, o Centro de Artes e Cultura Guga’s Thebe atrai muitas crianças, adolescentes e artistas locais, bem como turistas internacionais. Como o Guga s’Thebe é uma oportunidade única para os habitantes de Langa experimentarem arte e cultura, bem como um diálogo internacional, o desenvolvimento do local para responder às necessidades actuais é essencial, pois o espaço adjacente será ocupado por blocos habitacionais. Para oferecer um programa adicional, é necessário um grande espaço multiusos. Isso poderia facilitar a produção de companhias de teatro locais, concertos, cultos religiosos, casamentos e festivais.

Momento de construção I. Fonte aqui
Momento de construção II. Fonte aqui
Momento de construção III. Fonte aqui
Momento de construção, colocação do revestimento da fachada. Fonte aqui
Foto aérea. Fonte aqui
Implantação. Fonte aqui
Planta R/C. Fonte aqui
Planta 1º Piso. Fonte aqui
Corte longitudinal. Fonte aqui
Corte transversal. Fonte aqui
Alçado Este. Fonte aqui
Alçado Oeste. Fonte aqui
Alçado Sul. Fonte aqui
Alçado Norte. Fonte aqui
Simulação 3D. Fonte aqui
Simulação 3D II. Fonte aqui

Deixar uma resposta

Navegar