Centros de Desenvolvimento Infantis e Familiares: ASA Studio

Arquitecto(s): ASA Studio
Localização: Ruanda
Ano: 2013-2016
Cliente: UNICEF Ruanda
Programa: Centro Comunitário
Área: 500,00 m2
Estado: Construído.


Os Centros de Desenvolvimento Infantil e Familiar, projectado pelo ASA Studio é um projecto desenvolvido em parceria com a UNICEF Ruanda, em que se procura através da arquitectura, pequenos ecossistemas que visem o equilíbrio entre as comunidades e os arredores. O edifício está inserido num local com forte presença de espécies vegetais, tanto rasteiras bem como de árvores de copa pequena ou média.

Vista do ECDPI &F a partir da envolvente. Fonte aqui.

Segue a tradução livre do texto do autor.

A implementação dos centros de DI e F é um dos projectos emblemáticos do UNICEF Ruanda. O resultado de uma abordagem holística das intervenções arquitectónicas, que fortalece o relacionamento mãe-filho, a unidade básica da organização social ruandesa, esperançosamente será o catalisador da mudança e da redução da pobreza. Cuidadosamente integrados com a paisagem física e cultural do país, eles são pensados como ecossistemas materiais e sistémicos, equilibrando a relação entre as comunidades e seus arredores.

Construção do ECDPI & F. Fonte aqui.
Interior do ECDPI & F. Fonte aqui.

Trabalhar com o UNICEF Ruanda ofereceu a oportunidade de desenvolver e aperfeiçoar ideias sobre como construir Centros de Desenvolvimento Infantis e Famíliar e testá-los a nível nacional em 14 locais diferentes, dentro de comunidades rurais muito remotas. Tem sido uma oportunidade única para obter acesso às diferentes realidades do país e, particularmente, para testar a capacidade de replicar e adaptabilidade do design a diferentes restrições topográficas, recursos materiais escassos e limitados, e com uma ampla gama de especializações fornecidas pela implementação. Solicitou-se o apoio de Parceiro e organizaram-se Oficinas para entender os temas mais importantes na vida da comunidade local, e o projecto foi actualizado três vezes entre 2013 e 2016 de acordo com a capacitação realizada durante as fases de construção e gestão.

Uma sala no ECDPI & F. Fonte aqui.

A abordagem conceptual do design baseia-se em dois pilares: destaca o papel de um espaço central como catalisador de encontro comunitário, em uma reinterpretação contemporânea do tradicional padrão de assentamento rural; e concebe uma estrutura modular, onde os componentes podem adaptar -se a diferentes terrenos e situações, mas originam instalações sempre semelhantes, organizadas em torno do espaço central.

Vista para os vãos do ECDPI & F. Fonte aqui.

Estão a ser testadas duas tipologias principais enquanto se constroem os módulos: um plano circular e um plano em forma de S. Idealmente, o resultado da agregação diferente dos módulos é o resultado da adaptação a topografias e gráficos variados. Todos necessitaram de ajustes e mudanças durante o processo de construção, num esforço de fornecer materiais localmente disponíveis e transportá-los para locais difíceis e remotos, juntamente com o desafio de reagir a diferentes condições climáticas e geológicas, tais como tipos de solo e chuvas fortes.

Colaboração da população na construção do ECDPI & F. Fonte aqui.
Colaboração da população na construção do ECDPI & F. Fonte aqui.

Em ambos os tipos, os cinco elementos básicos diferentes, salas de estimulação, sala polivalente, cozinha de demonstração aberta, bloco administrativo e instalações sanitárias são pequenas estruturas de alvenaria reforçada, construídas com tijolos queimados produzidos localmente, montados com ligações flamengas e barras verticais de reforço, para melhorar a estabilidade e evitar o uso de betão. O padrão de tijolos e as múltiplas aberturas de tamanhos variados, colocados em diferentes alturas, contribuem para a estimulação sensorial e a aprendizagem de crianças pequenas, proporcionando iluminação natural e ventilação cruzada. Um alpendre contínuo, revestido de ladrilho cerâmico, permite uma variedade de espaços exteriores cobertos, tanto para aprendizagem como para actividades comunitárias. Todo o complexo é cercado e inclui uma área dedicada para playgrounds e hortas, e possui um tanque subterrâneo para recolha de água da chuva.

Localização do ECDPI &F. Fonte aqui.

 

Planta ECDPI &F: modelo circular. Fonte aqui.
3D do ECDPI &F: modelo circular. Fonte aqui.
Corte do ECDPI &F: modelo circular. Fonte aqui.
3D ECDPI & F: modelo em “S”. Fonte aqui.
Planta ECDPI & F: modelo EM “S”. Fonte aqui.
Corte do ECDPI & F: modelo em “S”. Fonte aqui.

Deixar uma resposta

Navegar