Teoria de Airton Jorge Barreto Monteiro Lopes: “Estratégias de Intervenção em Reabilitação Urbana: Centro Histórico da Praia”

Para a edição de hoje do “Teoria de“, trazemos a dissertação de mestrado do arquitecto cabo-verdiano Airton Jorge Barreto Monteiro Lopes, intitulada “Estratégias de Intervenção em Reabilitação Urbana: Centro Histórico da Praia”, desenvolvida na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias de Lisboa, que teve como orientador o Prof. Doutor Alberto Flávio Monteiro Lopes.

Segue um pequeno trecho da dissertação para vossa leitura:

Cidade da Praia, Cabo Verde. Fonte aqui

No ano de 1520, o Plateau da Cidade da Praia começou a ser povoado, isso devido à sua localização alta e aptidão defensiva, mas só a partir do século XVIII é que a cidade verdadeiramente se começou a modelar.

O estudo e interpretação da cartografia antiga (desde o século XVIII até finais do século XX) foram importantes para compreender a evolução urbana e a importância dos traçados. Com base nas informações recolhidas (em cartografia antiga e em planos mais recentes) e após estudos de campo, realizados em 2016, foi possível sistematizar informação geral sobre as 475 construções do Plateau, e sobre um conjunto de quarteirões escolhidos pela sua representatividade.

Sobre essa área de estudo, foram produzidos levantamentos fotográficos e desenhos das frentes de rua, indicadas as suas características (estado de conservação, número de pisos, usos atribuídos às construções e classificação das tipologias arquitetónicas) e foi elaborada uma proposta de regulamento técnico de apoio à gestão.

O estudo realizado mostrou que, atualmente, verifica-se uma grande procura de residências e de espaços para comércio, e que os proprietários têm vindo a realizar obras sem o respeito pelas normas de reabilitação do património da Plateau. Isto tem causado a perda da originalidade arquitetónica. A proposta de estratégia elaborada pretende criar regras básicas para salvaguardar as construções de maior interesse e o caráter do conjunto.

A estratégia elaborada, em forma de fichas desenhadas, poderá constituir uma mais-valia na salvaguarda das construções, na medida em que propõe que sejam respeitadas, quer as normas que constam do PDM da cidade da Praia, quer as normas de proteção do património arquitetónico.

Airton Lopes, Lisboa, 2017 (um trecho do resumo da dissertação)

Plateau da cidade da Praia, Estado de conservação do edificado. Azul: Bom; Cinzento: Razoável; Azul claro: Mau; Preto: pré ruína. © Airton Lopes

O estudo realizado permitiu identificar os traçados urbanos que foram impondo ao núcleo histórico o seu carácter. Todos os desenhos e planos revelam-nos um traçado que define os espaços públicos principais associados ao edificado de caráter excecional (como a Câmara, a Igreja, o Mercado e as casas mais importantes).

A habitação sempre se organizou em quarteirões e foi-se desenvolvendo de acordo com a vontade dos proprietários. Na maioria dos casos foram preservadas as fachadas, ao contrário do interior das construções que perderam parte da sua originalidade.

A estratégia seguida, de levantamento da situação e proposta de preservação ou mudança, tem presente o valor do centro histórico da Praia como conjunto. Partindo da preservação dos traçados e do cadastro (a divisão dos quarteirões em lotes) propõe-se uma abertura a mudança no edificado corrente podendo atrair mais gente ao centro da cidade. Essa mudança, segue, porém, princípios básicos de respeito por tipologias e volumetrias para que não se perca o caráter do conjunto.

As propostas apresentadas não são contrárias ao desenvolvimento. Porque, se por um lado se propõe entraves à construção em altura, por outro, possibilita-se a melhoria da qualidade de vida de quem habita o centro e a promoção do desenvolvimento económico através da exploração sustentável do mercado turístico.
Este trabalho propõe a integração do Plateau no contexto da cidade e a sua valorização como património cultural através de um conjunto de ações que tiram partido das suas potencialidades, nomeadamente o património construído, a harmonia do conjunto, as belas vistas e a dinâmica cultural do lugar.

Airton Lopes , Lisboa, 2017 (um trecho da conclusão da dissertação)

Para ler a obra na íntegra, deixamos aqui o link para download e/ou leitura da dissertação. Caso queira ver publicado na nossa plataforma um artigo ou trabalho seu, envie-o para o geral@thesanzala.com.

Deixar uma resposta

Navegar