HUT: KPRA

Arquitecto(s): KPRA
Localização: Tanaf, Sédhiou, Senegal
Ano: 2017
Programa: Centro Cultural
Área: 350,00 m2
Estado: Projecto.


KPRA é o nome do colectivo de arquitectura italiano composto por Andrea Redaelli, Danilo TomasoniPiergiacomo Acerboni e Michele Amadori. O grupo, desenvolveu uma proposta de projecto para o Concurso Internacional de Arquitectura Centro Cultural Kaira Looro (que desafiava ateliers de arquitectura e não só a conceberem um centro espiritual voltado à comunidade para a aldeia senegalesa de Tanaf) que resultou no projecto HUT.

HUT, localização e envolvente. © KPRA

HUT é uma estrutura elíptica de múltiplas camadas desenhada para proporcionar aos habitantes da comunidade de Tanaf um lugar de paz. Os projectistas exploraram o conceito de sinergia entre as fachadas interior e exterior do edifício, uma vez que se destinava comunicar a tranquilidade por toda parte.

O centro cultural apresenta um salão principal como um ponto focal para a congregação, acompanhado de bancos em torno do espaço. Tem um colector de águas pluviais e um tanque subterrâneo para armazenar água em tempos de escassez. O espaço central tem dupla função, em situações de emergência HUT pode ser transformado num centro de primeiros socorros.

Conceito. © KPRA

Tendo em consideração o contexto rural de Tanaf, HUT foi idealizado para que fosse construído com materiais locais. Tem uma base em betão, paredes de tijolos feitos à mão, e uma cobertura em palha com estrutura de madeira de apoio.

O objectivo do KPRA era transformar o centro cultural num símbolo para a aldeia em que se situaria, envolvendo os habitantes no processo de construção, bem como utilizando métodos de construção já em prática no Senegal.

HUT. © KPRA

Segue a tradução livre do texto extraído da página dos autores:

“HUT” representa o vínculo com uma cultura, uma espiritualidade e uma pesquisa de interioridade através da síntese entre o interior e o exterior, além de oferecer novos espaços que, sem qualquer referência religiosa, evocam uma espiritualidade profunda pela sublimação vazia. Enquanto o exterior declara a sua ligação com a típica moradia africana, os interiores dividem-se em dois ambientes diferentes concebidos para a vida espiritual da aldeia: o salão principal e o anel.

HUT, ilustração interior I. © KPRA

Nesse sentido, o projecto é um espaço vazio de tempo onde o passado, o presente e o futuro se misturam, transformando o “vazio” num elemento arquitectónico que, devidamente moldado, dá leveza e espiritualidade, convidando os seres humanos a uma pesquisa interior sob uma única e impressionante cobertura. ajudando a aumentar o sentimento de pertença à comunidade.

HUT, ilustração interior II. © KPRA
Planta baixa. © KPRA
Corte transversal. © KPRA
Corte longitudinal (técnico). © KPRA
Alçado oeste. © KPRA

Deixar uma resposta

Navegar