Arranca a obra para a construção da Cidade de Alárò na Nigéria

Foi inaugurada no passado dia 29 de Janeiro a obra para a construção da cidade de Alárò, uma cidade satélite localizada a sudoeste da antiga capital nigeriana, Lagos. O masterplan, projectado pela empresa americana Skidmore, Owings & Merrill LLP (SOM), pretende criar um novo centro urbano ligado a Lagos através de seis grandes corredores verdes, que organizam todo tecido urbano da nova cidade. Projectada para vários extractos sociais, Alárò possui uma série de grandes investimentos estrategicamente localizados nas áreas de crescimento natural da cidade de Lagos, pretendendo assim, captar o investimento estrangeiro para o total 2.000 hectares de área que possui, em que cerca de 150 hectares são destinados a parques e espaços ao ar livre.

Vista geral do plano. © Skidmore, Owings & Merrill

O empreendimento é uma parceria entre o Governo do Estado de Lagos e a empresa Rendeavour, que pretendem reforçar o papel da cidade de Lagos como centro económico e cultural da África ocidental, e a sua gestão estará a cargo da North West Quadrant Development Company (NWQDC).

Segue a tradução livre de alguns trechos do texto dos autores do projecto, extraídos directamente do seu site:

A Cidade de Alárò é um empreendimento da escala de uma cidade, destinado a vários extractos sociais, com oferta de postos de trabalho modernos, incluindo locais industriais e logísticos, complementados por escritórios, residências, escolas, instituições de saúde, hotéis, entretenimento e 150 hectares de parques e espaços abertos.

Localizado no quadrante noroeste da Zona Franca de Lekki, o projecto está na área de crescimento da Cidade de Lagos, uma das cidades que mais crescem em África, com uma população de mais de 20 milhões de habitantes, e é adjacente ao futuro aeroporto internacional, ao maior porto de águas profundas da região e grandes empresas nigerianas e internacionais.

O centro da cidade, aonde a trânsito de peões foi priorizado. © Skidmore, Owings & Merrill
Vários equipamentos públicos. © Skidmore, Owings & Merrill

Concentrando-se primeiro nos sistemas naturais, a SOM projectou um masterplan que protege e aprimora as condições exclusivas do local e, ao mesmo tempo, permite a resiliência de longo prazo para a cidade futura.

“O plano é estruturado em seis vias verdes, alinhadas de norte a sul com os ventos predominantes e a topografia existente, e espaçadas a 800 metros para garantir que todos os moradores e trabalhadores estejam a menos de cinco minutos de caminhada do espaço aberto”, destaca Gareth Edwards, associado da SOM.

Vista nocturna do plano. © Skidmore, Owings & Merrill

A SOM também projectou a infraestrutura de transporte para apoiar a conectividade local e permitir distritos e bairros de uso misto e densidade mais alta. Os lotes maiores destinados ao desenvolvimento industrial e logístico estão localizados a sul, adjacentes a um corredor de transporte inter-distrital, enquanto que os bairros para desenvolvimento residencial, de uso misto e comercial, estão localizados a norte, orientados para a lagoa. Uma avenida principal conecta as áreas comerciais, empresariais e educacionais a norte com a pesquisa com a área industrial a sul.

Um centro vibrante da cidade se tornará o coração cívico da Zona Franca – um ponto focal para inovação e colaboração, bem como um destino para lazer e entretenimento. O projecto para o centro é complementado com ruas sombreadas, favoráveis ​​ao trânsito de peões e fortes conexões com o transporte público. Uma rede claramente definida de praças urbanas ligará a um Central Park de 14 hectares, projectado para apoiar uma variedade de eventos e unir as pessoas.

Cidade de Álarò. © Skidmore, Owings & Merrill
Uma cidade com uma grande oferta de postos de trabalho modernos. © Skidmore, Owings & Merrill
Ruas destinadas apenas ao trânsito de peões. © Skidmore, Owings & Merrill

Sobre a Zona Franca de Lekki

A Zona Franca Lekki, criada em 2006, é uma moderna zona franca gerenciada de acordo com as melhores práticas internacionais. Os 16.500 hectares da região são divididos em quatro quadrantes e gerenciados por várias operadoras, beneficiando-se da posição do Estado de Lagos como o principal centro de distribuição na África Ocidental. A Zona Franca de Lekki está localizada no canto sudeste do Estado de Lagos, de frente para o Oceano Atlântico localizado a sul e a Lagoa Lekki localizada a norte. Faz fronteira com cinco quilómetros de costa e fica a 50 quilómetros da Ilha Victoria, em Lagos.

Vista sobre uma das grandes avenidas previstas no plano. © Skidmore, Owings & Merrill

1 Comentário

  1. Iliyah Mingued Kidisove Responder

    TENHO ACOMPANHADO O TRABALHO DA SOM UM POUCO PELO MUNDO E TEM SIDO BOA A EXPERIENCIA

Deixar uma resposta

Navegar