Ministério das Minas, Indústria e Energia: Saraiva e Associados

Arquitecto(s): Saraiva e Associados
Localização: Malabo, Guiné Equatorial
Ano: 2009
Programa: Edifício Público
Área: 19.000,00 m2
Estado: Construído


Localizado na maior cidade da Guiné Equatorial, Malabo, o edifício do Ministério das Minas, Indústria e Energia, projectado pelo escritório português Saraiva e Associados, reflecte as principais linhas condutoras de todo o trabalho deste grupo fundado em 1996. As linhas modernas presentes no projecto, assumem a procura constante de alcançar uma forte componente conceptual associada a uma forte componente técnica.

Vista geral Norte © Sairaiva e Associados

Preocupados com o comportamento térmico do edifício, as fachadas interiores dos dois blocos são totalmente envidraçadas para garantir o maior conforto possível, não permitindo a entrada de luz solar directa para o interior, controlando o seu aquecimento, enquanto as fachadas exteriores exibem apenas pequenos “rasgos” que permitem a entrada de luz difusa. A implantação e diferença de cotas entre a zona norte e sul, e a existência dos pátios interiores permitem também uma ventilação natural.

Vista geral Norte 2 © Sairaiva e Associados

Segue a descrição do projecto extraída do site dos autores:

A ideia conceptual que levou à concretização deste projeto está intimamente ligada a características muito específicas. Quis-se desenvolver uma solução arquitetónica de qualidade e funcionalidade através da combinação de uma imagem moderna com o contexto. A distância entre os dois blocos de edifícios promove um espaço de passagem e gera áreas exteriores, promovendo a integração dos edifícios na envolvente. Tendo isto em conta, a materialização da integração do projeto no meio ambiente foi reforçada pelo recurso à energia solar, prevendo ventos e amplitudes térmicas em regime diário.

Vista geral Sul © Saraiva e Associados

Outros benefícios estão relacionados com os depósitos de energia térmica, exposição solar, controlo de ventilação e arrefecimento, melhorando o equipamento e a sua utilização. O projeto de arquitetura pretende flexibilizar a reconversão dos edifícios sem investimento adicional significante e sem modificar a estrutura funcional de serviços prévia. Todas as soluções apresentadas respeitam princípios bioclimáticos com uma referência contemporânea internacional e cosmopolita.

Esquema de implantação © Saraiva e Associados
Planta piso 0 © Saraiva e Associados
Planta piso 1 © Sairaiva e Associados
Planta piso 2-7 © Sairaiva e Associados

Deixar uma resposta

Navegar