Divulgadas as primeiras imagens do “Ngaren”, o futuro Museu da Humanidade do Quénia de autoria de Daniel Libeskind

O atelier de arquitectura, Studio Libeskind, liderado pelo arquitecto polonês-americano Daniel Libeskind, revelou as primeiras imagens daquele que será o Museu da Humanidade no Quénia. O edifício, a ser erguido à beira do Vale Rift, pretende ser uma celebração da evolução humana e da vida no geral, através do trabalho do paleoantropólogo, conservacionista e político queniano Richard E. Leakey. O museu pretende oferecer aos seus usuários uma experiência educacional e científica sem precedentes. A sua conclusão está prevista para 2022 e a sua abertura ao público em 2024.

Simulação 3D da vista geral do edifício © Studio Libeskind

Segue a tradução livre do texto dos autores sobre a sua obra, extraído directamente do seu site:

O Dr. Leakey contratou o Studio Libeskind para criar um design icónico que reflicta a missão e os valores do Museu. Situado à beira de um penhasco com vista para o Vale Rift – o berço da humanidade e onde Leakey descobriu pela primeira vez o esqueleto mais completo do homem primitivo, Turkana Boy. O design é inspirado nas formas dos antigos machados de mão que foram as primeiras ferramentas do homem primitivo marcando o início do engenho humano. Os volumes monolíticos sobem como estalactites verticais contra a paisagem dramática da maior Nairóbi em Loodariak. Através de uma série de espaços de exibição interactivos e de ponta, Ngaren irá desvendar os mistérios dos primórdios da vida.

Simulação 3D do acesso ao edifício © Studio Libeskind
Simulação 3D do edifício ao entardecer © Studio Libeskind

Ngaren é o culminar do trabalho de toda uma vida do Dr. Leakey, cujas descobertas de fósseis ajudaram a revelar como os seres humanos evoluíram. O Museu será o primeiro centro do género a apresentar pesquisa, descoberta e exploração de mais de dois milhões de anos da história humana e das origens do nosso universo, desde a evolução, biodiversidade, superpopulação, a guerras, doenças e mudanças climáticas.

Simulação 3D © Studio Libeskind

Deixar uma resposta

Navegar