Embaixada da Suíça em Nairóbi: Roeoesli & Maeder

Arquitecto(s): Roeoesli & Maeder
Localização: Nairóbi, Quénia
Ano: 2014-2016
Programa: Embaixada
Arquitecto local: DMJ architects
Área útil: 1.512 m²
Cliente: Conferência Suíça, Escritório Federal de Construção e Logística (FOBL)
Estado: Construído.


A Embaixada da Suíça em Nairóbi é um projecto de arquitectura desenvolvido pelo atelier suiço Roeoesli & Maeder, resultante de um concurso promovido pelo Escritório Federal de Construção e Logística (FOBL), no qual o atelier obteve a primeira classificação. O acesso é destacado por uma pala que marca a entrada do edifício de maneira singela, agregada à fachada oeste e ao mural que delimita o lote envolvendo o corpo principal da embaixada. O betão pigmentado de baio e os largos vãos envidraçados criam a assinatura do edifício.

A pala e o acesso, Embaixada Suíça de Nairóbi. © Iwan Baan
Embaixada Suíça de Nairóbi I. © Iwan Baan

Segue a tradução livre do texto e imagens retiradas do site do atelier:

O Escritório Federal de Construção e Logística adquiriu um terreno para a construção da nova Embaixada Suíça em Rosslyn Green State, uma área residencial nos arredores do centro de Nairóbi, e lançou um concurso correspondente. Como o terreno  deve ser  separado do ambiente por razões de segurança, a situação urbana é definida principalmente pela parede circundante  e pela localização das entradas. O percurso torcido da parede circundante leva em consideração as árvores atingidas e, ao mesmo tempo, guia as pessoas que chegam às entradas.

Acesso principal, Embaixada Suíça de Nairóbi. © Iwan Baan
Embaixada Suíça de Nairóbi II. © Iwan Baan

À medida que o edifício cresce fora da parede circundante, surge uma figura espacial em forma de espiral, que nasce no canto sudeste, emoldurando toda propriedade e terminando no centro entre os dois pisos. O edifício responde à topografia levemente inclinada, em média, por meio de um arranjo em dois níveis dos pisos.

Embaixada Suíça de Nairóbi III. © Iwan Baan
Embaixada Suíça de Nairóbi IV. © Iwan Baan

A entrada para carros e a área do jardim são conectadas pelo caminho sinuoso e pela sala de recepção que penetra no edifício. Isto forma o eixo central do sistema. O envólucro do edifício e a parede circundante são feitos de betão armado exposto pigmentado. Essas paredes ásperas são combinadas com um piso de pedra azul local que estende-se pelo caminho do jardim, e elementos de janelas e portas feitas em madeira.

Embaixada Suíça de Nairóbi V. © Iwan Baan
Embaixada Suíça de Nairóbi VI. © Iwan Baan

Embaixada Suíça de Nairóbi VII. © Iwan Baan e Fabio Idini

Peças desenhadas. © Roeoesli & Maeder

Deixar uma resposta

Navegar