Centro Artístico Javertt – Universidade de Pretória: Mathews + Associates Architects

Arquitecto(s): Mathews + Associates Architects
Localização: Pretória, África do Sul
Ano: 2019
Cliente: Universidade de Pretória
Programa: Cultural
Área: 12.989 m
Equipa: Pieter Mathews, Liam Purnell, Carla Spies, Jannes Hattingh, Eunese Beukes
Estado: Construído.


Projectado pelo atelier sul-africano Mathews + Associates Architects, com sede na cidade de Pretória, o Centro Artístico Javertt é, além de uma galeria de arte, um centro de pesquisa de arte africana, parte da Universidade de Pretória. O centro desenvolve várias actividades com comunidades, permitindo-lhes o acesso à sua colecção – incluindo parte da colecção de ouro Mapungubwe, anterior ao séc. XXIII – promovendo a criatividade e o seu desenvolvimento cultural/intelectual. O edifício consiste em dois corpos separados por uma rua (Lynwood Road) e ligados por um terceiro corpo suspenso, que serve como lugar de exposição e ligação entre o pólo sul e o pólo principal do campus da Universidade de Pretória.

Vista geral. © Jan Hugo
Galeria em ponte sobre a Lynwood Road. © Pieter Mathews

Segue uma tradução livre da descrição dos autores do projecto sobre a sua obra:

Visão geral
O Centro Artístico Javertt, da Universidade de Pretória, consiste numa galeria de arte pública e museu – Mapungubwe – ligados a uma praça que inclui um restaurante e espaço para exposições ao ar livre. Localizado numa parte acessível ao público do Campus Sul da Universidade. O museu estende-se pela Lynwood Road, com uma galeria e uma passagem pública para atravessamento de pedestres, unindo o Campus Hatfield ao Campus sul, aterrando numa nova praça de arte da universidade, posicionada acima de uma nova galeria de estudantes.

Vista para as escadas e elevador de acesso à galeria em ponte. © David Southwood
Vista interior, recepção. © Alet Pretorius

Galeria artística em ponte, ligando o Campus
O Centro Artístico Javertt da UP fornece uma vitrina pública para os nossos tesouros nacionais, elevando a arte firmemente ao domínio público enquanto celebra e estende o histórico original ‘Tukkielaan’ sobre a Lynwood Road, fortalecendo a vocação cultural da Universidade de Pretória.

O padrão dos painéis de protecção solar no lado oeste da ponte fornece um filtro solar de refrigeração para o edifício, é uma representação gráfica do tecido Shweshwe, que faz parte da vida da África do Sul. Este tecido azul sempre foi um grande elemento de ligação na África do Sul, provando ser muito popular entre pessoas de todas as culturas, origens e estilos de vida – Pedi (shweshwe), indiano (impresso), inglês e africanse (sislap). Os padrões de sombra em constante mudança nas paredes e pisos lembram-nos do quanto temos todos em comum.

A montanha de Mapungubwe
A segunda característica dominante deste complexo é a montanha Mapungubwe. Justaposta contra a ponte e localizada ao longo da estrada Lynnwood, a massa de cisalhamento e a solidez dessa estrutura icónica estabelecem o seu domínio como o novo marco da cidade.

Os tesouros nacionais de ouro de Mapungubwe como o rinoceronte, cetro, vaca e o leopardo; serão guardados nesta interpretação arquitectónica abstracta da colina de Mapungubwe. Essa estrutura sólida, icónica, escultural e do tipo abóbada foi moldada usando cofragens personalizadas.

Vista exterior I. © Alet Pretorius
Vista exterior II. © David Southwood

Espaço público
O complexo inclui duas praças abertos; a praça do museu e a praça da arte. A praça do museu estará localizada no lado sul da estrada Lynnwood, em frente à entrada principal. Uma zona de encontro natural, este espaço é directamente acessível ao público, servindo o restaurante e albergando várias funções e eventos públicos. A entrada pública principal está localizada nesta praça.

Além das 9 galerias, o complexo também inclui um auditório com 115 lugares, escritórios administrativos, áreas de armazenamento, conservação de arte e quarentena, além de um restaurante sofisticado que serve o complexo da arte, enquanto observa os pitorescos jardins e a abertura dos Boys High até a principal praça pública do museu do Centro.

Vista exterior III. © David Southwood
Vista nocturna I. © David Southwood

A praça da arte estará localizada no local aonde a galeria em ponte aterra no campus da Universidade de Hatfield, formando um ponto de encontro focal ao longo da rota culturalmente histórica de ‘Tukkielaan’ da Universidade. A Universidade é conhecida por seus antigos escultores e prevê-se que esta praça também possa abrigar exposições e competições internacionais de escultura. O espaço abaixo da praça formará uma galeria de estudantes, que criará um vínculo directo entre as faculdades de Built Environment e as Visual Arts, reunindo assim esses dois campos criativos.

Vista interior I. © David Southwood
Pormenor da fachada I. © Alet Pretorius

O que habita
O Javett Art Center da UP abrigará algumas das melhores obras das colecções do Javett Foundation Trust e da Universidade de Pretória, além de várias exposições especiais temporárias. A ala sul da galeria abrigará as colecções particulares de doadores, incluindo a colecção particular do Javett Foundation Trust – o doador das sementes. A secção da galeria em ponte está posicionada ao lado do saguão de pedestres com uma entrada na galeria, expondo diariamente directamente os pedestres que passam à arte, arquitectura e obras académicas. Este espaço dinâmico da galeria exibirá várias exposições itinerantes, bem como selecções de obras de arte, gráficos, arquitectura e até projectos de natureza mais académica de várias faculdades.

Mapungubwe sempre teve uma conexão muito forte com a Universidade de Pretória – tanto arqueológica como arquitetonicamente – e, ao fornecer este cenário adequado para estes tesouros, estas peças agora podem ser orgulhosamente exibidas ao mundo como uma celebração da rica história da África.

O Javett Art Center da UP fornece uma contribuição valiosa para a Universidade, a cidade e o país através da reactivação e unificação da Universidade, do enriquecimento cultural, da educação da cidade e da atracção internacional de uma celebração nacional edificante do nosso rico Passado africano.

Planta geral. © Jan Hugo
Planta geral. © Mathews + Associates Architects
Planta Piso -1. © Mathews + Associates Architects
Planta R/C. © Mathews + Associates Architects
Planta 1º Piso. © Mathews + Associates Architects
Planta 2º Piso. © Mathews + Associates Architects
Corte I. © Mathews + Associates Architects
Corte II. © Mathews + Associates Architects
Fachada Norte. © Mathews + Associates Architects
Fachada Este. © Mathews + Associates Architects
Vista exterior IV. © David Southwood
Vista exterior V. © Alet Pretorius
Pormenor da materialidade das fachadas. © Pieter Mathews
Vista exterior VI. © Alet Pretorius
Vista exterior VII. © Alet Pretorius
Vista da fachada VIII. © Pieter Mathews
Vista interior II. © Pieter Mathews

Deixar uma resposta

Navegar